Buscar

A importância da psicoterapia para aumentar a produtividade na empresa

Toda organização empresarial busca pelo aumento de produtividade e desempenho dos seus colaboradores. Um bom colaborador pode ser considerado aquele que é comprometido, engajado e que busca excelência naquilo que faz. Porém, muitos empregadores e chefes esquecem de promover um ambiente favorável e oferecer as ferramentas.





O cuidado com a saúde mental das pessoas na empresa nem sempre está no foco da organização. Contudo, pesquisas mostram que o bem-estar dos colaboradores e a produtividade são dois fatores inseparáveis. Um estudo da Universidade da Califórnia mostra que um trabalhador feliz é 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% mais.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) descreve a saúde mental como um estado de bem-estar em que o indivíduo reconhece suas próprias habilidades, lida com os estresses normais do cotidiano, trabalha de forma produtiva e frutífera, e é capaz de contribuir para sua comunidade.


Muitas vezes a falta de produtividade é vista como preguiça, porém raramente esse é o real motivo para o baixo desempenho. É preciso analisar as causas que não estão tão explícitas já que normalmente a baixa produtividade está associada a como, onde e por que trabalhamos.


E o custo de uma cultura organizacional negativa pode ser caro. Conforme um artigo publicado pela revista Harvard Business Review, as empresas estadunidenses com ambientes organizacionais com alta pressão gastavam 50% mais com despesas de saúde. Somados os valores das ausências e doenças causadas pelo estresse o valor alcançou 500 milhões de dólares. Além disso, colaboradores desmotivados têm uma probabilidade 60% maior de cometer erros.


Portanto, estar atento ao seu clima organizacional é uma ótima maneira para aumentar a eficiência dos colaboradores e a psicoterapia pode ser uma ferramenta de auxílio para alcançar esse objetivo.



Mas, afinal, o que é psicoterapia?


A psicoterapia é um procedimento utilizado por psicólogos para ajudar as pessoas a serem mais conscientes, saudáveis, produtivas e possivelmente mais felizes. A psicoterapia acontece por meio de encontros em que o profissional de psicologia usa alguma abordagem teórica e diferentes técnicas para promover um espaço de escuta e elaboração de novas perspectivas, de modo a ter um impacto positivo na vida da pessoa, além de tentar ajudá-la a alcançar seus objetivos e se sentir melhor consigo mesma.


Esse procedimento pode ser descrito como um tratamento colaborativo, pois depende muito da relação da pessoa com o psicólogo. Os dois devem trabalhar juntos para perceber e mudar os padrões de comportamento e pensamentos que são prejudiciais.



É possível aplicar a psicoterapia no cotidiano das empresas?


Quando a pessoa sente que faz parte de um ambiente saudável e colaborativo, não importa o grau de hierarquia, o trabalho ganha sentido e importância. A saúde mental é fundamental para o trabalho produtivo. Por isso o bem-estar tornou-se um assunto urgente nas empresas.


Os fatores de riscos psicossociais podem desencadear quadros de depressão, ansiedade, estresse, dependência química, entre outros problemas. Porém, avaliar esses fatores pode ser uma tarefa difícil para a empresa, pois cada pessoa reage diferente a cada tipo de situação.


Neste sentido, a psicologia é essencial, pois ajuda a entender as necessidades individuais. Estabelecer ligação entre os colaboradores e um psicólogo para que tenham acesso a serviços como a psicoterapia gera pessoas mais produtivas, felizes, saudáveis e isso impacta positivamente no clima organizacional.


Para as pessoas que sofrem com algum tipo de transtorno mental, o tratamento é indispensável, mas a empresa também pode trabalhar com métodos de prevenção. A Aego é comprometida em reduzir os riscos psicossociais e personaliza seu atendimento de acordo com a necessidade de cada organização, ajudando assim a ter colaboradores mais felizes e produtivos.